Marcha Para Jesus x Parada GLBT

Junho será um mês deveras animado. Dois grandes eventos que paralisam a cidade de São Paulo irão ocorrer somente nesta semana. No dia 23, feriado, teremos a Marcha Para Jesus, tradicional evento religioso que acontece todos os anos na capital paulista. Já no dia 26, domingo, teremos a famosa Parada GLBT, popularmente conhecida como Parada Gay, evento que tem como propósito a luta pelo reconhecimento dos direitos dos homossexuais. Duas situações bastante opostas, mas que carregam algumas semelhanças.

A primeira semelhança entre essas duas manifestações é o expressivo número de participantes que reúnem. E aqui estamos falando não de centenas ou milhares, mas milhões de pessoas. São eventos que chamam a atenção do público e levantam a bandeira de causas importantes para estes grupos. Se um deles, por exemplo, reinvidica seus direitos, o outro encara a manifestação como um momento de maior comunhão e intimidade com seu deus. Em ambos os casos, há um propósito digno.

Marcha Para Jesus 2010 - evento reúne fiéis de vários lugares do país.

A segunda semelhança são as críticas que estes eventos sofrem por outros grupos – ou, muitas vezes, entre si. Há quem argumente que a Parada Gay, por exemplo, já perdeu seu propósito principal há muito tempo. Muita gente, inclusive homossexuais, alegam que a Parada nada mais é do que um espetáculo de promiscuidade e consumo de drogas a céu aberto, como é o caso das pastoras Lanna Holder e Rosania Rocha – homossexuais assumidas que fundaram uma igreja voltada para este público e querem marcar presença na festividade de domingo com propósitos de evangelização.

As pastoras querem marcar presença na Parada Gay 2011. Motivo? Evangelização. Pois é...

Já na ala cristã, há muitos religiosos que alegam que a Marcha só se sustenta por conta do time de artistas da música gospel que se apresentam. Aliás, deve-se comentar aqui as estrelas que estarão presentes no evento, como André Valadão, Cassiane, Soraya Moraes, Oficina G3, o internacional Chris Duran e o grupo de louvor Renascer Praise (liderados pela bispa Sônia Hernandes – sim, aquela que foi presa junto com o esposo acusada de algum crime que eu, sinceramente, não me recordo).

A bispa Sônia Hernandes, ao deixar o presídio nos EUA - onde chegou, inclusive a fazer culto pela internet. Detalhe: a revista Veja já se referiu à bispa como "perua de Deus".

As críticas em torno dessas manifestações, sob certo aspecto, são devidas. Realmente, o público que frequenta a Marcha não está ali exclusivamente para cultuar seu deus. Muitos, assumidamente, só enfrentam o sol – ou chuva, o tempo em SP está inconstante ultimamente – por causa dos artistas. A adoração a Deus ficou meio que em segundo plano. Há motivos também para falar sobre a Parada. Se há alguns anos o evento era tido até mesmo como uma opção saudável de lazer familiar, hoje a coisa é bem diferente. Em 2010, por exemplo, a Parada registrou 320 atendimentos médicos e 11 ocorrências policiares.

Parada Gay 2010: o evento movimenta a cidade de São Paulo e traz pessoas do exterior para a cidade.

Fora isso, vale também ressaltar a “briguinha” – em alguns momentos até mesmo desagradável – entre esses dois grupos. Enquanto os homossexuais lutam por seus direitos como cidadãos, os cristãos alegam que estes estariam cometendo um pecado abominável diante dos olhos de Deus e, portanto, lutam firmemente para que algumas das reinvidicações dos homossexuais não sejam atendidas. Bom, quem está certo ou não, não cabe a mim julgar. Mas é importante que haja uma concientização de todos de que esses eventos, antes de tudo, são importantes para promover a democracia e a cidadania das pessoas. Portanto, respeito é indispensável.

O que se pretende com esse post é simples: vai acompanhar alguma dessas manifestações? Okay, você pode. Mas tudo deve ser feito com muita moderação e cautela. Alguns cuidados com alimentação (como deixar sempre por perto aquela garrafa de água ou uma barra de cereal, por exemplo) e saúde devem ser considerados. E principalmente, seja qual for o seu grupo, aproveite o momento para lutar por aquilo que você considere como seu direito único e irrefutável. Afinal, correr alguns quilômetros e sair do nada pra chegar a lugar algum é, no mínimo, frustrante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s