Dark Shadows: a Novela Vampiresca de Burton e Depp

Há artistas que criam uma legião de fãs que admiram, amam e aguardam ansiosamente por qualquer material que possa remeter à obra de seu ídolo. Tim Burton, o diretor mais não-convencional de Hollywood, é um bom exemplo de artista que alcançou esse status de gênio e que, desta forma, não precisa de muito esforço para promover seus trabalhos porque seus fãs o fazem por ele. E foi assim que o público recebeu nesta quinta-feira (15) o primeiro trailer de seu próximo longa, a “novela” sobrenatural Dark Shadows.

Para quem não sabe (o que é um pouco improvável, visto a imensa “divulgação não-oficial” do filme), Dark Shadows de Burton é uma adaptação do seriado homônimo exibido pelo canal ABC nos EUA entre 1966 e 1971. A trama foi pioneira no conceito de novela com tema sugestivamente sobrenatural e abriu caminho para várias outras que se seguiram posteriormente. A série ainda hoje faz bastante sucesso e alcançou o status de programa cult, com muitos artistas e importantes celebridades afirmando serem fãs do seriado sessentista.

Imagem promocional (e oficial) do filme até o momento. Bem novelesco, não?

Uma dessas celebridades (e bota celebridade aí) é Johnny Depp, que declarou várias vezes que, quando criança, assistia à série e tinha o grande desejo de reviver o vampiro Barnabas Collins, um dos personagens centrais da história. Quando Tim Burton o convidou para o projeto, Depp aceitou de cara a empreitada (inclusive, Depp assina também a produção do longa). Com Dark Shadows, já se somam 8 parcerias entre Burton e Depp (junto com Edward Mãos de Tesoura, Ed Wood, A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça, A Fantástica Fábrica de Chocolate, A Noiva Cadáver, Sweeney Tood – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet e Alice no País das Maravilhas).

A sinopse de Dark Shadows nos remete ao século XVIII, quando Barnabas Collins, filho de uma rica família da região, seduz uma poderosa bruxa (no filme, interpretada pela sensualíssima Eva Green) que, para se vingar, transforma o jovem em um vampiro e o enterra vivo. Anos mais tarde, em 1972, Barnabas volta à vida (?) em um mundo completamente diferente do que havia deixado e encontra sua mansão e seu legado a pontos de serem destruídos. Junta-se a Depp e Green um elenco de peso, com Michelle Pfeiffer, Chloe Moretz, Helena Bonham Carter e outros.

Eva Green vive a bruxa Angelique Bouchard. Na boa, Eva, já estou enfeitiçado…

Dizem as más línguas que a Warner estaria com dificuldades para vender o produto (tom bem novelesco), o que poderia explicar o lento marketing feito sobre o filme. Com estréia já confirmada para 11 de maio nos EUA (no Brasil, apenas em junho, caso venha), apenas  hoje (menos de dois meses da estréia) foi divulgado um trailer completo e oficial do longa. Tudo o que se via até então eram poucas imagens oficiais e de bastidores que apenas aguçavam a curiosidade dos fãs e admiradores de Depp e Burton. E, obviamente, após a divulgação do trailer, já pipocam opiniões sobre o novo projeto da dupla.

De fato, pelo trailer, ainda é cedo para se ter uma opinião concreta sobre o filme. Apesar das inúmeras imagens de horror, o trailer (com todas suas músicas e tom mais humorístico) passou a sensação de que se trata de mais uma comédia de Burton, como o clássico Beetlejuice. Visivelmente, só podemos dizer que, como todos os filmes burtonianos, as imagens impressionam e deixam os fãs ansiosos pela produção – e, também, com um certo pé atrás.

Será que a promessa de “salvar” a fama dos vampiros será cumprida, Depp?

Após oito trabalhos juntos, há quem se incomode com a parceria entre Depp e Burton. Os fãs de Burton (muitos que idolatravam também Johnny Depp) já começam a sugerir que o diretor deve buscar outros atores. De fato, Johnny Depp é o ator preferido de Burton quando o assunto é caracterização e chega a ser cansativo assistir ao Depp fazendo personagens caricatos em boa parte de seus filmes. Muitos ainda alegam que Depp, desde a saga Piratas do Caribe, não consegue perder alguns trejeitos do seu personagem Jack Sparrow (o que é verdade, pois mesmo no trailer o vampiro de Depp faz umas caras e bocas que nos lembram vagamente o pirata). Talvez seja verdade, talvez seja impressão deixada pela enorme “marca” Jack Sparrow ao se tornar um dos personagens mais famosos do cinema; o fato é que a presença de Depp (que antes chamava a atenção em qualquer projeto de Burton) agora causa certo desconforto nos fãs do diretor.

A verdade é que depois do questionável Alice no País das Maravilhas, a relação entre Depp-Burton e o público ficou severamente abalada. Dark Shadows, mais do que a realização pessoal de seus idealizadores, é, ao que parece, a última chance que Johnny e Burton tem de “salvar” sua parceria que tão bem tem funcionado (ou não) até hoje. Os fãs estão ansiosos. Para se ter uma idéia, a Warner criou um site para o filme, com a contagem regressiva para a divulgação do trailer oficial e, depois do lançamento, o assunto foi um dos mais comentados nas redes sociais. É um preço alto a ser pago. Qualquer pequeno deslize pode ser fatal. Dark Shadows é a esperança de um recomeço para o diretor e reencontro para Johnny Depp – a prova final que ambos tem de provar o porquê chegaram até aqui.

Anúncios

Um pensamento sobre “Dark Shadows: a Novela Vampiresca de Burton e Depp

  1. Pingback: Frankenweenie: A Redenção de Burton? « Davi Gonçalves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s