Hit-Girl… Ops, Não! É “Kick-Ass 2”!

“Violência vende”, já dizia o cineasta Quentin Tarantino. O mesmo Tarantino que, há algumas semanas, divulgou sua famosa lista com os melhores filmes do ano em sua modesta opinião de gênio do cinema. Na lista, estava presente a continuação de Kick-Ass – Quebrando Tudo (2010), baseado nos quadrinhos da dupla Mark Millar e John Romita Jr. Obviamente, devido ao sucesso instantâneo da produção de 2010, não seria surpresa que uma sequência fosse realizada. E assim, chega aos cinemas brasileiros na próxima semana Kick-Ass 2 – este baseado nos quadrinhos Kick-Ass 2 Prelude: Hit-GirlKick-Ass 2 (respectivamente, o segundo e o terceiro livro da série).

1Jeff Wadlon encarou o desafio de dirigir o longa – e bota desafio nisso, afinal fazer a sequência de um filme como Kick-Ass – Quebrando Tudo é, no mínimo, arriscado. É o tipo de produção que pode levantar ou afundar a carreira de qualquer cineasta, dependendo de sua performance. Aqui, faço uma pergunta: você assistiu Kick-Ass – Quebrando Tudo? Caso a resposta seja positiva, continue o texto. Do contrário, sugiro que interrompa a leitura e assista. Kick-Ass – Quebrando Tudo é muito bom. Muito bom mesmo. É o típico filme em que você não espera absolutamente nada e facilmente entra na lista de favoritos de qualquer ser humano comum.

Não é um exagero. Kick-Ass – Quebrando Tudo reúne tudo aquilo que um filme precisa para ser bem sucedido: tem bom roteiro, atuações, história, produção, boa trilha sonora… A história do garoto Dave (que em um belo dia, decide colocar uma roupa de mergulho e sair pelas ruas lutando contra o crime – mesmo sendo um adolescente comum) caiu no gosto do povo por sua mistura explosiva de violência e humor – criando uma franquia de sucesso imediato.

7Kick-Ass 2 acompanha agora os personagens Dave e Mindy, respectivamente, o Kick-Ass do título e a garota Hit-Girl. Enquanto Dave se esforça para se tornar um herói de verdade (participando, inclusive, de um grupo de “heróis” formado por pessoas comuns, o Justice Forever), Mindy passa por uma crise de “identidade”, pois é obrigada por seu  pai adotivo a abandonar as armas e peruca roxa S2 e viver uma vida comum como as adolescentes de sua idade (que usam maquiagem, ouvem One Direction e curtem a saga Crepúsculo). Paralelamente, Chris D’Amico surge como Mother Fucker, reunindo um time de vilões da vida real com o intuito de matar Kick-Ass e vingar o pai (morto pelo nosso herói no filme anterior).

O filme tinha tudo para dar certo – e realmente deu certo. Kick-Ass 2 é uma boa produção. No entanto, Kick-Ass 2 fica abaixo da primeira parte da saga. Olha, tenho que confessar: muito do que eu falo aqui é minha opinião pessoal. Tem gente por aí que amou a trama (veja o exemplo de Tarantino aí) e o acha bem superior ao primeiro, mas não me convenceu por completo. Isso tanto é verdade que Kick-Ass 2 foi um fiasco nas bilheterias norte-americanas (o que levanta os debates sobre uma terceira sequência) e tem um índice de avaliação bem menor do que o primeiro longa da série.

4O problema principal em Kick-Ass 2 é que ele perdeu aquele tom “maroto” do primeiro longa. O filme é muito mais dark, mais “adulto” do que o primeiro – a começar por suas personagens. Dave, por exemplo, era um garoto raquítico que se masturbava no quarto enquanto assistia vídeos pornôs; hoje, ele é um cara bombado que tenta levar a profissão de herói a sério. Mindy (céus, o que fizeram com você?)  era uma garotinha que soltava palavrões e manipulava facas; hoje, é uma adolescente em crise que flerta com Dave (contrariando os quadrinhos, cuja história não permite tal envolvimento – ao menos até o terceiro livro). Chris era um adolescente solitário que lia mangás; hoje é um vilão sedento por vingança que mata a mãe por acidente (compromisso com os quadrinhos, cadê?).

2Outro ponto: está certo que Dave nunca foi um herói de verdade e boa parte do sucesso de Kick-Ass – Quebrando Tudo se deve a outros personagens – mas o protagonista da história ainda é o adolescente. Em Kick-Ass 2, Dave é quase um antagonista, dividindo os holofotes explicitamente com Mindy (o que é justificável pelo fato desta segunda parte ser baseada também nos quadrinhos Hit-Girl). O problema é que Mindy, como já citado, cresceu e não tem mais aquela graça toda de Quebrando Tudo. Ela ainda é fodona linda, boa de briga e corajosa – mas falta aquele encanto e meiguice de criança que só víamos quando ela fazia cara de nojinho e lutava contra o crime. Foco na personagem? Sim. O filme é da Hit-Girl, minha gente!

5De resto, Kick-Ass 2 tem uma boa pegada, sim. Nas atuações, destaque inevitável para Chloe Moretz, que a cada dia mostra que tem um brilhante futuro pela frente. Ao vê-la na pele da heroína Hit-Girl, a gente não acha mais graça na garotinha boca suja do primeiro filme – mas enxergamos uma atriz que sabe o que fazer na hora de atuar. Jim Carrey, como Coronel Estrelas, consegue se sair bem sem exagerar – o que deve ser algo bem difícil para o ator. Aliás, o mesmo Jim Carrey se recusou a promover a fita pelo excesso de violência nele,  veja você… Aaron Taylor-Johnson, muito mais maduro (e por isso mesmo, menos carismático na pele do adolescente principal), mostra que é uma das promessas de sua geração – aliás, já viu como o cara está saradão? Christopher Mintz-Plasse também convence como Mother Fucker, apesar de sua personagem em si não conseguir ser um vilão tão bom quanto o de Mark Strong no primeiro longa.

6O filme ainda tem ótimas cenas de pancadaria e humor – justamente o que marcou a saga. O que me preocupou aqui é o fato de que o diretor não conseguiu dosar muito bem estes dois momentos: ora adulto demais, ora bizarro demais (você vai entender ao ver a cena de Mindy rebatendo as provocações de umas patricinhas do colégio). A trilha sonora continua dando o ritmo frenético às cenas – recheadas de sangue, facadas, correria e explosões. Um ponto técnico fraco da produção, no entanto, fica por conta da edição – que me pareceu meio atropelada e me dava a sensação de que eu havia perdido algo enquanto piscava os olhos.

Como produto final, Kick-Ass 2 está abaixo do nível do primeiro, mas nem por isso se torna uma atração ruim. Talvez pela novidade do primeiro roteiro, a história de Kick-Ass 2 não impressiona muito. Assim como Kick-Ass – Quebrando Tudo, esta sequência fecha sua história nos deixando uma pequena ponta para uma continuação – e que talvez seja necessária para encerrar com maestria a saga. Apesar de não ser totalmente fiel aos quadrinhos (afinal, romance entre Mindy e Dave? ONDE? CADÊ?), a trama consegue convencer, ainda que não tanto quanto na primeira parte. É um filme forte, graficamente colorido e que enche os olhos com suas cenas bem montadas. Só deixa aquela sensação de “poderia ser melhor” tanto para os fãs do primeiro longa quanto para os leitores dos quadrinhos – cuja história e desfecho é, definitivamente, melhor. Com muito sangue, pancadaria e humor, Kick-Ass 2 é um ótimo produto de entretenimento – mas apenas bom se comparado ao primeiro.

O Que Esperar do Cinema em 2013

Pois é, 2012 realmente chegou ao fim. Já saudamos 2013 e torcemos por grandes conquistas neste ano que se inicia hoje. Imprescindível agradecer a todos vocês que tem acompanhado este blog e tornado a minha tarefa de escrever muito mais agradável. Espero realmente que 2013 seja um ano de muitas realizações para todos nós. E seria importante também estrear o ano com um layout novo, certo? (espero que tenham gostado, okay?)

E para começar bem o ano, que tal já iniciarmos falando sobre cinema? Sim ou com certeza? Pois é, os cinéfilos mais excêntricos alegaram que 2012, apesar de muitas produções, não foi um dos melhores anos para a indústria cinematográfica. De fato, não tivemos grandes clássicos neste ano que passou. Entretanto, temos esperança de que 2013 seja realmente melhor. Bom, pelo menos a julgar pela lista abaixo, que contempla alguns dos filmes a serem lançados durante os próximos 12 meses, temos bons motivos para acreditar que 2013 vai ser um ano bem feliz para nós, cinéfilos, certo? Confira aí algumas das estreias previstas para este ano que inicia e marque na sua agenda.

Django Livre (previsão: 18/01/13)
Se você, como eu, já está contando os dias para a estréia do próximo filme de Quentin Tarantino, vai uma boa notícia: já está chegando o grande dia! Django Livre é a segunda parte de uma trilogia que, segundo Tarantino, teria se iniciado com Bastardos Inglórios, filme que definitivamente o elevou ao status de grande diretor. No elenco, estão Jamie Foxx, Leonardo DiCaprio, Christoph Waltz entre outros.

 

Hitchcock (previsão: 08/02/2013)
Pense em trazer para o cinema a trajetória de um dos maiores diretores de todos os tempos durante a produção de um de seus maiores sucessos. Hitchcock traz no elenco os vencedores do Oscar Anthony Hopkins (irreconhecível no papel de Alfred) e Helen Mirren, além de Scarlett Johansson como Janet Leigh, a atriz da famosa cena do chuveiro de Psicose.

 

Oz – Mágico e Poderoso (previsão: 08/03/2013)
A Disney, aproveitando o sucesso de Alice no País das Maravilhas, selecionou os mesmos produtores do longa de Tim Burton, chamou o diretor Sam Raimi (da trilogia Homem-Aranha) e deu seu toque particular à história de O Mágico de Oz. Daí surgiu Oz – Mágico e Poderoso, que conta a trajetória de Oscar Diggs (o próprio, interpretado por James Franco) antes dos acontecimentos do clássico filme de Victor Fleming, quando o mágico é arrastado para a Terra de Oz.

 

Carrie, A Estranha (previsão: 15/03/2013)
Nova versão do clássico filme de terror de 1976, dirigido por Brian de Palma e baseado na obra do mestre Stephen King, dessa vez é Chloe Moretz quem trará vida à personagem título. Julianne Moore também está no elenco, no papel de Margaret White, a mãe religiosamente fanática de Carrie. Muita publicidade e muitas imagens giram em torno deste que promete ser um dos remakes mais aguardados de 2013.

 

O Grande Gatsby (previsão: 14/06/2013)
Com um elenco elogiado (tem Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire e Carey Mulligan),  O Grande Gatsby já teve sua estréia adiada por diversas vezes, mas parece que agora está certo para junho. O filme vai contar a história de um jovem fascinado pelo mundo de seu rico vizinho Jay Gatsby e aos poucos começa a fazer parte de seu círculo social.

 

Universidade Monstros (previsão: 21/06/2013)
A Pixar parece ter se rendido completamente à Disney e, mesmo após o fiasco Carros 2, deciciu lançar uma continuação para outro sucesso da empresa, Monstros S.A. (que será relançado este ano em 3D – sim, uma tentativa explícita de faturar muita grana).

monstros


O Cavaleiro Solitário
(previsão: 12/07/2013)
Fãs de Johnny Depp, não se desesperem: o ator irá aparecer nas telonas este ano! Para variar, Johnny fará mais um personagem caricato e fantasiado em O Cavaleiro Solitário, filme que conta ainda com Armie Hammer e Helena Bonham Carter. Nota: apesar de ter Depp e Helena, o filme não é dirigido por Tim Burton e, sim, por Gore Verbinski (de Piratas do Caribe).

 

Jurassik Park 3D (previsão: 30/08/2013)
E se Hollywood não quer perder tempo criando coisas originais, nada melhor do que tentar faturar um pouco mais a custas de grandes sucessos. Sim, Jurassik Park, sucesso do diretor Steven Spielberg de 1993, será relançado em versão 3D. Prepare-se para aturar 2 horas de filmes para ver apenas cerca de 15 minutos de dinossauros na telona (pelo menos agora em terceira dimensão).

jurassik
Kick-Ass 2
(previsão: 13/09/2013)
Os nerds e geeks pirando em 3, 2, 1… Após o estrondoso sucesso da versão cinematográfica dos personagens de Mark Millar e John Romita Jr., Aaron Johnson retorna às telonas no papel de Dave Lizewski, o jovem estudante apaixonado por quadrinhos que decide virar super-herói, apesar de não ter a menor condição para isso. A história de Kick-Ass 2 trará o roteiro baseado na segunda edição de Kick-Ass e nos quadrinhos de Hit-Girl (dica: vale a pena conferir os quadrinhos, mesmo se você não for um amante dessa arte).

kickass
Sin City 2: A Dama Fatal
(previsão: 20/09/2013)
Com o sucesso de Sin City – A Cidade do Pecado (filme que revolucionou ao levar uma HQ ao cinema com tamanha fidelidade), Robert Rodriguez (de Um Drink no Inferno) traz agora a continuação baseada na graphic novel A Dama Fatal (“A Dame to Kill For), segundo livro da linha criado pelo quadrinista Frank Miller, que também assinou a direção ao lado de Rodriguez e Tarantino na primeira sequencia.

sincity
Jogos Vorazes – Em Chamas
(previsão: 22/11/2013)
Febre mundial baseada no best-seller de Suzanne Collins, a franquia Jogos Vorazes retorna em 2013 com sua segunda parte, Em Chamas. Apesar do diretor do primeiro longa, Gary Ross, não ser escalado para essa continuação (agora, quem assina a direção é Francis Lawrence, de ConstantineÁgua Para Elefantes), as expectativas em torno do filme são grandes.

jogos
O Hobbit: A Desolação de Smaug
(previsão: 20/12/2013)
Nerds, geeks, pseudo-intelectuais e afins estão ansiosos para a continuação da sequencia Hobbit, dirigida por Peter Jackson (da série O Senhor dos Anéis). A saga, baseada na obra de J.R.R. Tolkien, criou uma legião de fãs ao redor do mundo e aposta em muitos efeitos especiais para recriar com fidelidade as aventuras de Bilbo e Gandalf.

ohobbit